03:05 05 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    COVID-19 desafia mundo no início de junho (54)
    0 190
    Nos siga no

    Irã enviou carga com assistência humanitária contendo insumos médicos e testes da COVID-19 para a Venezuela, apesar de ambos os países estarem sob sanções dos EUA.

    O anúncio foi feito pelo ministro do Planejamento da Venezuela, Ricardo Menéndez Prieto, a partir do Aeroporto Internacional Simón Bolívar de Maiquetía, no estado de La Guaira.

    De acordo com Menéndez, o envio de diferentes tipos de testes da COVID-19 do Irã foi feito em função "de uma nova geopolítica de paz e contra a visão imperialista que foi imposta sobre o mundo", publicou o canal de TV Venezolana de Televisión.

    A ajuda iraniana chegou ao país quando este já registra 2.473 casos do coronavírus, sendo 22 mortes.

    Contornando a pressão

    É válido ressaltar que dias atrás o país também recebeu grande volume de combustível iraniano transportado por cinco navios-tanque, enquanto a Venezuela vive escassez de gasolina, problema em parte causado pelas sanções dos EUA.

    Menéndez ressaltou que, apesar das sanções americanas, tanto o Irã quanto a Venezuela têm criado meios para superá-las através da solidariedade e cooperação.

    "Enquanto nossos inimigos tratam de nos sancionar, nós reafirmamos os compromissos dos governos para atender a nossos povos", declarou.

    Tema:
    COVID-19 desafia mundo no início de junho (54)

    Mais:

    EUA consideram sancionar mais de 40 petroleiros por envolvimento com Venezuela, diz Reuters
    Maduro acusa líder da Colômbia de 'supervisionar' mercenários para incursões na Venezuela
    Irã executará agente da CIA envolvido no assassinato de Soleimani
    Tags:
    EUA, sanções, novo coronavírus, COVID-19, Venezuela, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar