16:41 02 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    0 70
    Nos siga no

    Grupos de defesa dos direitos indígenas estão exigindo a abertura de uma investigação independente após a morte de uma jovem indígena por um policial canadense nesta semana.

    Na última quinta-feira (4), em Edmundston, Nova Brunswick, Chantel Moore, de 26 anos, foi morta a tiros por um policial que havia sido chamado por um parente para checar a saúde dela, que parecia não estar se sentindo bem. Segundo fontes policiais citadas pela AFP, a vítima teria ameaçado o agente com uma faca, que decidiu disparar cinco vezes contra ela. A ação, ocorrida em meio a protestos realizados em vários países contra o racismo institucional, foi vista como mais uma prova da violência contra os indígenas no Canadá.

    O Congresso do Povo Aborígene (CPA), um dos cinco grupos nacionais que representam as populações nativas do Canadá, pediu uma investigação pública sobre a morte de Moore e o atual "preconceito sistêmico e o racismo" verificados no sistema judicial canadense em relação aos indígenas do país.

    "O trágico assassinato de Chantel Moore durante uma verificação de bem-estar mostrou vivamente a todos os canadenses que os povos indígenas no Canadá continuam enfrentando um conjunto muito diferente de circunstâncias ao interagir com os sistemas de policiamento e justiça no Canadá", disse o representante nacional do grupo, Robert Bertrand.

    Faz um ano que foi lançado no país o Relatório Final sobre o Inquérito Nacional sobre Mulheres e Meninas Indígenas Desaparecidas e Assassinadas, que destacou a necessidade de as agências de segurança empreenderem esforços conjuntos para reformar suas práticas, procedimentos e políticas, a fim de mudar o relacionamento entre os povos indígenas e os serviços de policiamento no Canadá, lembra o CPA.

    "Infelizmente, desde então, houve poucas mudanças e os povos indígenas em todo o Canadá continuam enfrentando tratamento desigual, que também ameaça sua segurança."

    Mais:

    Grupos indígenas de 9 países da Amazônia criam fundo internacional contra coronavírus
    Vírus sobe o Rio Amazonas e adoece população indígena
    Contra pandemia, Canadá anuncia investimento de US$ 650 milhões em comunidades indígenas
    Tags:
    morte, racismo, polícia, protesto, indígenas, índios, América do Norte, Canadá, violência
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar