06:19 26 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    12127
    Nos siga no

    China está tentando tirar vantagem dos protestos nos Estados Unidos, provocados pela morte de George Floyd pela polícia, para atingir seus próprios objetivos, disse o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo.

    Em sua conta no Twitter, o secretário de Estado acrescentou que as tentativas da China não terão sucesso, pois os EUA "garantem a liberdade".

    ​As insensíveis tentativas do Partido Comunista Chinês de explorar a trágica morte de George Floyd para seu próprio ganho político fracassarão. Durante o melhor dos tempos, Pequim impõe impiedosamente o comunismo. Mesmo enfrentando os desafios mais difíceis, os Estados Unidos garantem a liberdade.

    No dia 1º de junho, o consultor de segurança nacional da Casa Branca, Robert O'Brien, disse em entrevista à ABC que os chineses "desfrutaram do caos" nos EUA, expressando seu júbilo em publicações nas redes sociais. Para ele, as declarações de usuários chineses nas redes seriam uma manipulação organizada por Pequim.

    Por outro lado, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Zhao Lijian, classificou as acusações de Washington de que Pequim, de alguma forma, influencia protestos nos Estados Unidos como absolutamente infundadas.

    Os Estados Unidos vivem uma onda de protestos após a morte de George Floyd, em Minneapolis, em mais um episódio de brutalidade policial contra a população negra. O acontecimento foi filmado e o vídeo rapidamente se tornou viral.

    As imagens mostram um policial branco segurando Floyd no chão, com o joelho no pescoço, durante vários minutos. Floyd disse repetidamente ao policial que não pode respirar até ficar inconsciente. O homem faleceu no hospital na mesma noite.

    Pelo menos 140 cidades dos EUA registraram fortes protestos e distúrbios violentos. Diversos municípios declararam toque de recolher e convocaram a Guarda Nacional.

    Mais:

    Manifestações nos EUA seriam só pela morte de George Floyd?
    Autópsia independente comprova que George Floyd morreu de asfixia
    Veículo avança contra policiais em Nova York em meio a protestos por George Floyd (VÍDEO)
    Tags:
    Twitter, China, EUA, Mike Pompeo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar