19:57 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    COVID-19 desafia mundo no início de junho (54)
    0 22
    Nos siga no

    A Argentina decidiu prolongar a quarentena nas áreas mais afetadas pela pandemia de COVID-19 até 28 de junho, disse o presidente Alberto Fernández.

    As primeiras medidas de distanciamento social do país latino-americano foram implantadas em 20 de março e desde então foram prolongadas várias vezes. 

    "Vamos manter o isolamento social preventivo obrigatório nas áreas onde o vírus está circulando", disse Fernández na quinta-feira (4).

    A lista dos territórios com restrições mantidas inclui a capital Buenos Aires.

    A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou o surto de COVID-19 uma pandemia em 11 de março. Até hoje, mais de 6,5 milhões de pessoas foram infectadas com o coronavírus em todo o mundo, com mais de 388.000 mortes, segundo a Universidade Johns Hopkins.

    A Argentina confirmou 20.197 casos de COVID-19 até agora, com 608 mortes. No Brasil, são mais de 34 mil óbitos.

    Tema:
    COVID-19 desafia mundo no início de junho (54)

    Mais:

    Com mais 2 mortes por coronavírus, óbitos na Argentina desde início da epidemia chegam a 510
    Chanceler argentino rejeita bloqueios e sanções contra Venezuela
    Moro tem palestra cancelada na Argentina e critica 'intolerância' e 'polarização' no país
    Argentina frustra credores e prorroga mais uma vez o prazo para reestruturar a sua dívida
    Tags:
    Alberto Fernández, pandemia, COVID-19, Argentina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar