07:08 26 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    COVID-19 desafia mundo no início de junho (54)
    0 01
    Nos siga no

    Nesta terça-feira (2), o Tribunal Superior Eleitoral da Bolívia decidiu adiar as eleições gerais para o dia seis de setembro devido aos riscos impostos pela pandemia da COVID-19.

    No início desta semana, o Senado boliviano apoiou um projeto de lei que seria necessário para garantir a realização da eleição geral dentro de 90 dias, o mais tardar em 2 de agosto.

    Um homem usando máscaras em La Paz, na Bolívia, em meio à pandemia da COVID-19, em 1º de junho de 2020.
    © REUTERS / David Mercado
    Um homem usando máscaras em La Paz, na Bolívia, em meio à pandemia da COVID-19, em 1º de junho de 2020.

    No entanto, a presidente interina Jeanine Áñez, que também é uma das candidatas na votação, recusou-se a assinar o documento, dizendo que isso poderia comprometer a saúde pública devido à pandemia da COVID-19. O parlamento rejeitou o posicionamento da presidente durante uma reunião rápida, transformando o projeto em lei.

    "Um acordo razoável e satisfatório, embora não seja perfeito para nenhum dos lados, foi alcançado [...]. As negociações foram baseadas em um projeto de lei que o Tribunal Superior Eleitoral enviou ao parlamento. O projeto estipula a realização da eleição geral no domingo, seis de setembro de 2020", afirmou o tribunal em comunicado.

    A Bolívia confirmou um total de 10.532 casos da COVID-19, e 343 mortes causadas pela doença.

    Tema:
    COVID-19 desafia mundo no início de junho (54)

    Mais:

    Morales apoia adiamento das eleições na Bolívia em meio a medidas contra novo coronavírus
    Bolívia anuncia militarização de 2ª maior cidade do país em meio à COVID-19
    Bolívia expressa protesto à Argentina por palavras de Morales sobre como país lida contra COVID-19
    Tags:
    MAS, novo coronavírus, COVID-19, Bolívia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar