11:13 04 Março 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    354
    Nos siga no

    O presidente norte-americano Donald Trump considera "terror doméstico" as ações de manifestantes que assolaram o país após a morte do afro-americano George Floyd por um policial em Minneapolis.

    "Uma delegacia policial foi invadida. Aqui na capital do país [Washington], o Memorial Lincoln e o Memorial da Segunda Guerra Mundial foram vandalizados. Uma das nossas igrejas mais históricas foi incendiada. Um oficial federal da Califórnia, um herói afro-americano, foi baleado e morto", disse Trump, falando na Casa Branca na segunda-feira (1°).

    "Estes não são atos de protesto pacíficos. São atos de terror doméstico, destruição de vidas inocentes e derramamento de sangue inocente, é uma ofensa à humanidade e um crime contra Deus", complementou, citado pela ABC News.

    Previamente, o presidente americano disse que as autoridades americanas incluirão o movimento radical de esquerda Antifa na lista de organizações terroristas proibidas. O procurador-geral dos EUA, William Barr, observou que as ações dos membros desse movimento são consideradas terrorismo.

    Policiais de Nova York durante a onda de protestos contra a morte de George Floyd, em 1º de junho de 2020.
    © REUTERS / Mike Segar
    Policiais de Nova York durante a onda de protestos contra a morte de George Floyd, em 1º de junho de 2020.

    Uma onda de protestos e tumultos está varrendo as cidades dos Estados Unidos após a morte de George Floyd por um policial. Uma autópsia independente pedida pela família do homem assassinado descobriu que ele morreu de asfixia devido à pressão constante no pescoço e nas costas.

    Mais:

    Trump deixa a Casa Branca a pé enquanto a polícia enfrenta manifestantes na região (FOTOS)
    Trump diz que enviará militares aos estados que não usarem a Guarda Nacional
    Veículo avança contra policiais em Nova York em meio a protestos por George Floyd (VÍDEO)
    Tags:
    terrorismo, racismo, manifestação, protestos, Donald Trump, terror
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar