15:39 08 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    2252
    Nos siga no

    A chancelaria iraniana assegura que seu país pode continuar o fornecimento de combustível à Venezuela.

    O Irã continuará a enviar petróleo à Venezuela se Caracas solicitar mais fornecimentos, afirmou nesta segunda-feira (1º) o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores iraniano, Abbas Mousavi, apesar das críticas de Washington quanto às relações comerciais entre os dois países, ambos sob sanções norte-americanas.

    "O Irã exerce seu direito de livre comércio com a Venezuela e estamos prontos para enviar mais embarcações se Caracas pedir mais fornecimentos", indicou Mousavi em uma conferência de imprensa.

    Durante os últimos dias, a Venezuela recebeu quatro petroleiros iranianos (Fortune, Forest, Petunia e Faxina) para satisfazer a demanda interna de combustível. Um quinto navio deverá chegar em breve. Entre os cinco, se contabiliza um total de 1,53 milhão de barris de gasolina e outros hidrocarbonetos.

    Se estima que o último petroleiro, o Clavel, chegue à costa do país sul-americano nesta segunda-feira.

    Todos os petroleiros foram acompanhados pela Marinha e Força Aérea da Venezuela, uma vez que os EUA ameaçaram usar a força para impedir a chegada dos navios aos portos venezuelanos.

    Apesar das sanções diplomáticas e econômicas impostas por Washington à Venezuela e Irã, os dois países têm iniciado um processo de forte aproximação ao longo dos últimos anos.

    Mais:

    Dois navios desistem de entregar petróleo do Irã à Venezuela após ameaças de sanções dos EUA
    Poderiam navios do Irã ajudar a relançar indústria petrolífera da Venezuela?
    Guaidó quer roubar reservas de ouro da Venezuela depositadas no Reino Unido, diz vice-presidente
    Tags:
    embarcação, diplomacia, sanções, gasolina, Irã, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar