14:27 12 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    1181
    Nos siga no

    No início desta semana, o governador de Minnesota, Tim Walz, convocou a Guarda Nacional para conter a agitação civil na cidade. É a primeira vez em 12 anos que a Guarda é mobilizada no estado.

    Os protestos em Minneapolis, no estado de Minnesota, continuam neste domingo (31). Os atos também acontecem desde 25 de maio, após a morte do ex-segurança George Floyd.

    Os protestos eclodiram após a publicação de um vídeo, mostrando Floyd sendo preso pelo policial Derek Chauvin. O representante da lei pressionou o joelho contra o pescoço do homem. Floyd dizia repetidamente aos policiais que não estava conseguindo respirar até parar de responder. Mais tarde, o homem morreu em um hospital local.

    Os quatro policiais envolvidos foram demitidos, enquanto Chauvin foi acusado de homicídio e homicídio culposo em terceiro grau.

    Manifestações também foram registradas em diversas outras cidades norte-americanas, como em Nova York e em Washington. Neste sábado (30), a polícia de Washington cercou a Casa Branca para impedir o acesso de manifestantes.

    Mais:

    Assessor de Segurança Nacional de Trump nega racismo sistêmico nas polícias dos EUA
    Trump diz que EUA vão classificar movimento antifascista como grupo terrorista
    Tags:
    Minneapolis, eua, protestos, vídeo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar