16:08 20 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    4292
    Nos siga no

    O terceiro dos cinco petroleiros enviados pelo Irã, o Petunia, carregado de gasolina para o país sul-americano, já entrou em águas venezuelanas.

    O presidente venezuelano Nicolás Maduro anunciou a chegada do terceiro navio iraniano com gasolina, dos cinco que estão previstos para fornecer combustível ao país sul-americano.

    "Quero agradecer mais uma vez ao povo da República Islâmica do Irã, ao governo do presidente Hassan Rouhani, ao líder supremo aiatolá Khamenei, por sua disponibilidade, sua coragem, que permitiram que até hoje três navios com gasolina e insumos para a recuperação das refinarias já chegassem à Venezuela", disse o presidente em comunicado no Palácio Miraflores (sede do governo).

    O navio, chamado Petunia, está em águas territoriais venezuelanas, assim como o Fortune e o Forest, que chegaram ao país no sábado (23) e domingo (24), respectivamente.

    Os outros dois navios, Clavel e Faxon, estão previstos alcançar a Venezuela entre quarta-feira (27) e a próxima semana.

    A Venezuela enfrenta uma grande escassez de combustível, o que tem causado longas filas nos postos de gasolina para poder abastecer os carros.

    No dia 14 de maio, Jorge Arreaza, o ministro das Relações Exteriores, comunicou que navios que transportam gasolina para a Venezuela estavam sendo perseguidos pelo governo dos Estados Unidos.

    Entretanto, três dias depois, o ministro iraniano das Relações Exteriores, Mohammad Javad Zarif, advertiu que Teerã retaliaria se Washington ameaçasse seus petroleiros a caminho da Venezuela.

    Em 3 de abril, o governo venezuelano anunciou um plano especial de distribuição de gasolina para garantir o abastecimento aos setores prioritários isentos de quarentena em meio à COVID-19.

    Mais:

    Poderiam navios do Irã ajudar a relançar indústria petrolífera da Venezuela?
    Chegada de petroleiros iranianos à Venezuela desafia bloqueio dos EUA, diz especialista
    Venezuela recebe com festa petroleiro iraniano
    Segundo navio-tanque iraniano entra na Zona Econômica Exclusiva da Venezuela
    Tags:
    COVID-19, Mohammad Javad Zarif, Jorge Arreaza, Aiatolá Khomeini, Hassan Rouhani, Nicolás Maduro, EUA, Venezuela, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar