01:29 27 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    71145
    Nos siga no

    O juiz federal americano Leonard P. Stark, do estado de Delaware, emitiu ordem que permite a venda de ativos da empresa venezuelana CITGO e o pagamento de bilhões de dólares a mineradora canadense.

    A CITGO, responsável pelo fornecimento de até 10% da gasolina consumida nos EUA, possui três refinarias nos estados americanos de Louisiana, Texas e Illinois.

    Embora ela pertença à empresa estatal venezuelana PDVSA, seus ativos em solo americano já haviam sido anteriormente congelados pelos EUA como parte das sanções de seu governo à Venezuela.

    Com a decisão judicial, os ativos da CITGO ficam mais próximos de serem vendidos.

    Contudo, antes de se proceder à venda da empresa, a já quebrada mineradora canadense Crystallex, interessada na venda, deverá conseguir permissão do Departamento do Tesouro americano para ser compensada por alegadas perdas.

    Este anteriormente havia tomado medidas para que a oposição venezuelana encabeçada por Juan Guaidó não perdesse a CITGO, publicou a agência Associated Press.

    Ainda durante seu governo, o ex-presidente venezuelano Hugo Chávez havia tomado o controle da concessão da mineradora canadense em seu país.

    Para recuperar seus investimentos perdidos na Venezuela, a Crystallex decidiu recorrer à Justiça dos EUA.

    Com a decisão de Stark, a mineradora canadense Crystallex deverá receber US$ 1,4 bilhão (cerca de R$ 8 bilhões) da CITGO.

    Venda ilegal

    Comentando o caso, o Ministério das Relações Exteriores da Venezuela considerou a medida judicial como parte de um plano para confiscar a propriedade pública da Venezuela por parte dos EUA.

    "Com esta sentença, fica clara a existência de um plano por parte do governo americano para confiscar os ativos da PDVSA nos EUA", publicou a instituição venezuelana.

    Além disso, a chancelaria disse que os juízes americanos carecem de legitimidade para tomar tais medidas.

    Mais:

    Irã diz que 'não tolerará' problemas causados pelos EUA a petroleiros enviados para Venezuela
    Golfo do México enfrenta desafio de novos vazamentos de petróleo
    EUA buscam controlar mercado petrolífero mundial impondo sanções à Rosneft, afirma PDVSA
    Tags:
    juiz, confisco, petróleo, PDVSA, Citgo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar