00:23 14 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    0 110
    Nos siga no

    Californianos têm sido testemunhas há uns meses de um fenômeno natural conhecido como bioluminescência, que fez com que as ondas do mar adquirissem uma tonalidade azul néon na costa sul do estado norte-americano.

    No entanto, na terça-feira (12), o espetáculo luminoso se transformou em um cenário pouco agradável com forte cheiro de enxofre que podia ser sentido a vários quilômetros de distância, aponta portal Orange County Register.

    A bioluminescência resulta da reação bioquímica de microalgas ou plâncton que emitem luz graças ao movimento, porém, quando os microrganismos que criam este fenômeno começam a se decompor, originam as marés vermelhas.

    ​Ondas azuis bioluminescentes se quebram nas praias no sul da Califórnia.

    À medida que a decomposição dos microrganismos avança, é criado um fedor semelhante ao enxofre que pode sentido a vários quilômetros de distância.

    Apesar de não estar classificado como um perigo para a saúde pública, vários pesquisadores concordam em assinalar que este fenômeno pode causar problemas respiratórios em algumas pessoas. Especialmente naquelas que sofrem de asma ou enfisema.

    Mais:

    Dentes achados na Amazônia provam que macacos atravessaram oceano boiando da África (FOTO)
    Extinção em massa: surge mais evidência de que asteroide acabou de vez com dinossauros
    Mudanças nos oceanos viram 'dor de cabeça' política e influenciariam as economias, dizem cientistas
    Tags:
    Estados Unidos, fenômeno, Califórnia, oceano, águas, natureza
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar