15:07 04 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    6515
    Nos siga no

    Presidente dos EUA, Donald Trump, nomeou na quarta-feira (6) James Broward Story para o cargo de embaixador "extraordinário e plenipotenciário" na Venezuela.

    James Story trabalha como encarregado interino de negócios da Unidade de Assuntos da Venezuela na Embaixada dos EUA em Bogotá, na Colômbia, e antes ocupava o mesmo cargo na Embaixada dos EUA em Caracas, na Venezuela.

    No início da carreira, o diplomata atuou como cônsul-geral dos EUA no Rio de Janeiro, subsequentemente como diretor do Departamento de Narcóticos Internacionais e Aplicação da Lei para o Hemisfério Ocidental e Colômbia, tendo exercido também vários cargos no Afeganistão, Moçambique e México.

    Trata-se da primeira nomeação de Washington de embaixador na Venezuela em uma década.

    Vale destacar que atualmente os EUA e a Venezuela não mantêm relações diplomáticas, sendo que, em janeiro de 2019, Nicolás Maduro expulsou a missão diplomática americana da Venezuela, por Donald Trump ter reconhecido o deputado oposicionista Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela.

    EUA negam envolvimento na tentativa de incursão armada na Venezuela

    A nomeação do novo embaixador dos Estados Unidos na Venezuela ocorre há poucos dias após tentativa de incursão marítima no território venezuelano que, de acordo com Caracas, foi impedida no domingo.

    Entre os detidos pelas autoridades venezuelanas em consequência da tentativa falha de incursão, há dois cidadãos estadunidenses.

    O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, negou que os Estados Unidos estivessem envolvidos na tentativa de incursão marítima. "Se estivéssemos envolvidos, teria sido diferente", disse Pompeo.

    Na terça-feira (5), em declarações aos jornalistas na Casa Branca, o presidente americano, Donald Trump, disse que a situação na Venezuela não tem nada a ver com o governo dos EUA, conforme escreve Reuters.

    Mais:

    Trump afirma que EUA não têm envolvimento na suposta tentativa de invasão à Venezuela
    Colômbia nega envolvimento em suposta invasão da Venezuela por mercenários
    Maduro diz que guardas de Trump estariam entre detidos por invasão à Venezuela
    Tags:
    Juan Guaidó, mercenários, incursão, Nicolás Maduro, embaixador, Venezuela, Donald Trump
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar