21:57 04 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Pandemia da COVID-19 e o mundo no início de maio (100)
    1103
    Nos siga no

    O Departamento de Defesa dos EUA não conhece a origem do novo coronavírus, afirmou o chefe do Estado-Maior Conjunto, almirante Mile Milley.

    "A resposta é que não sabemos", afirmou Milley ao falar sobre a possibilidade de o vírus ter sido criado em um laboratório, em um mercado na cidade chinesa de Wuhan ou em outro lugar.

    Milley também afirmou que a evidência existente sugere que o vírus surgiu de forma espontânea em vez de ter sido criado pelo homem e que provavelmente não foi liberado intencionalmente.

    "Não temos evidências conclusivas sobre nada disso, porém tudo mostra que provavelmente não tenha sido intencional", adicionou.

    Milley solicitou ao governo chinês que coopere e permita que investigadores dos EUA possam ir a Wuhan a fim de averiguar as razões da pandemia de COVID-19.

    Anteriormente, o presidente norte-americano, Donald Trump, prometeu investigar a origem do novo coronavírus e divulgar publicamente os resultados.

    Trump também criticou em diversas ocasiões a China por esta supostamente ocultar o surto da COVID-19 e falhar na administração da crise em sua etapa inicial.

    Segundo Trump, os dados de inteligência sugerem que o novo coronavírus tenha surgido em um laboratório na cidade de Wuhan.

    Tema:
    Pandemia da COVID-19 e o mundo no início de maio (100)

    Mais:

    Brasil tem 100 mil testes de coronavírus que ainda não foram contabilizados, diz Ministério da Saúde
    Cientista russo revela a melhor forma de conseguir imunidade ao coronavírus
    Ministério da Saúde confirma mais de 600 novas mortes por coronavírus nas últimas 24 horas
    Tags:
    Departamento de Defesa dos Estados Unidos, eua, China, COVID-19, novo coronavírus, Pentágono
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar