04:06 30 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Situação em torno da pandemia de COVID-19 no fim de abril (140)
    420
    Nos siga no

    O presidente da Argentina, Alberto Fernández, disse neste sábado (25) que a quarentena no país para conter a disseminação do coronavírus será prorrogada até 10 de maio. 

    Apesar disso, em certos casos haverá um relaxamento das regras. Será permitido sair para realizar atividade física ao ar livre em um raio de 500 metros, uma hora ao dia, e algumas medidas de flexibilização do isolamento serão adotadas em cidades com menos de 500 mil habitantes e que cumprir determinados requisitos, abrangendo principalmente lugares onde não foram registrados casos da COVID-19. 

    "Avançamos muito e alguns dos objetivos que fixamos inicialmente conseguimos cumprir, mas isso não quer dizer que tenhamos resolvido o assunto", afirmou o presidente em coletiva de imprensa, segundo a agência Reuters. 

    Fernández disse ainda que a pandemia continua, mas que a COVID-19 não atingiu a Argentina como outros países. 

    "Seguimos em meio a uma pandemia que está assolando o mundo, e que graças a Deus na Argentina não teve a capacidade de dano expressado em outros lugares", afirmou. 

    País tem 3.780 casos do coronavírus

    As medidas rigorosas de isolamento permanecerão nas regiões mais afetadas e de maior população, como Buenos Aires, Mendoza, Córdoba e Rosario. 

    A quarentena começou em 20 de março na Argentina, mas as aulas foram suspensas antes disso. Além disso, foram tomadas medidas como tornar o uso de máscaras obrigatório em algumas cidades. 

    Segundo o Ministério da Saúde, o país registrou 173 casos do novo coronavírus nas últimas 24 horas, maior cifra diária desde que o primeiro caso foi detectado, em 3 de março. 

    Ao todo, o número de pessoas infectadas é de 3.780, com 185 mortes. 

    Tema:
    Situação em torno da pandemia de COVID-19 no fim de abril (140)

    Mais:

    Número de mortes por coronavírus no mundo atinge marca de 200 mil
    Itamaraty repatria 159 brasileiros retidos no México e no Panamá
    Boris Johnson está recuperado e voltará a trabalhar na segunda-feira
    Espanha flexibilizará quarentena e permitirá esporte e caminhada ao ar livre
    Tags:
    Buenos Aires, casos, doença, epidemia, pandemia, novo coronavírus, COVID-19, Alberto Fernández, quarentena, Argentina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar