04:18 27 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Situação em torno da pandemia de COVID-19 no fim de abril (140)
    0 21
    Nos siga no

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira (21) que a medida que suspende a imigração legal no país vai ficar em vigor por um período de dois meses.

    A informação foi dada por Trump durante uma coletiva de imprensa.

    "Vou emitir uma suspensão temporária da imigração para os Estados Unidos", disse o presidente, citado pelo jornal The Washington Post.

    Trump reforçou que vai avaliar a medida de acordo com os efeitos na geração de empregos no país e no combate à COVID-19.

    "Fazendo essa pausa, ajudaremos a colocar os americanos desempregados em primeiro lugar na fila para empregos. Seria errado substituí-los por um novo trabalho imigrante enviado do exterior", afirmou o presidente dos EUA.

    Trump tinha publicado nas redes sociais na segunda-feira (20) que iria suspender a imigração no país para combater o que chamou de "inimigo invisível".

    Somente em uma semana, mais de 5 milhões norte-americanos pediram seguro-desemprego nos EUA.

    Após o período de dois meses, Trump disse que vai avaliar a necessidade de manter a medida "com base nas condições econômicas" dos Estados Unidos.

    "Queremos proteger os trabalhadores dos EUA na medida em que avançamos", disse Trump.

    Os Estados Unidos é o país mais atingido pela pandemia da COVID-19. Segundo a Universidade Johns Hopkins, mais de 820 mil pessoas foram diagnosticadas com novo coronavírus e quase 45 mil pessoas morreram com a doença.

    Tema:
    Situação em torno da pandemia de COVID-19 no fim de abril (140)

    Mais:

    'Inimigo Invisível': Trump assina ordem para suspender a imigração nos EUA
    Sem apoio de Brasil e EUA, ONU aprova esforço global para combater a COVID-19
    Defendida por Trump e Bolsonaro, cloroquina não funciona para coronavírus, diz estudo dos EUA
    Tags:
    suspensão, imigração, Estados Unidos, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar