00:21 15 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Situação em torno da pandemia de COVID-19 no fim de abril (140)
    829
    Nos siga no

    Consultor da Casa Branca, Peter Navarro acusou nesta segunda-feira (20) a China por uma suposta ocultação de dados sobre infecções precoces pelo novo coronavírus, porque quer vencer a corrida comercial para criar uma vacina.

    Os Estados Unidos, que tem sido o país mais afetado pela pandemia da COVID-19 de acordo com estatísticas oficiais, pediram repetidamente a Pequim que compartilhe dados iniciais sobre o surto, que começou na cidade chinesa de Wuhan.

    "Uma das razões pelas quais eles podem não nos deixar entrar e nos fornecer os dados sobre esse vírus mais cedo é que eles estão correndo para criar uma vacina e acham que é apenas uma corrida competitiva nos negócios, é uma proposta de negócios para que eles vendam a vacina deles para o mundo", afirmou Navarro à Fox Business Network.

    "Mas vamos vencê-los. Vamos vencê-los por causa da liderança do presidente Trump. Vamos vencê-los porque o HHS já tem uma corrida com cinco empresas", prosseguiu Navarro, referindo-se ao Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA (HHS).

    O presidente Donald Trump nomeou Navarro, um crítico franco da China, para trabalhar em questões da linha de suprimentos relacionadas à pandemia do novo coronavírus.

    Atualmente, não existem tratamentos ou vacinas aprovadas para a COVID-19, a doença respiratória causada pelo coronavírus que matou mais de 169.986 em todo o mundo, com mais de 2,47 milhões de infectados, segundo dados compilados pela Universidade Johns Hopkins.

    Os Estados Unidos têm mais de 784 mil casos confirmados de infecções por coronavírus e mais de 42.094 mortes, quase metade delas no estado de Nova York.

    Tema:
    Situação em torno da pandemia de COVID-19 no fim de abril (140)

    Mais:

    EUA estão investigando origem da pandemia do novo coronavírus, anuncia Trump
    Resposta 'cínica' de Trump à pandemia prioriza empresas em vez da vida dos americanos, diz professor
    Com 40 mil mortes, governadores dos EUA dizem a Trump que é cedo para reabrir economia
    Tags:
    Wuhan, Universidade Johns Hopkins, saúde, vacina, infecção, COVID-19, novo coronavírus, Peter Navarro, Donald Trump, China, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar