19:27 19 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    4121
    Nos siga no

    O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, e o chanceler russo, Sergei Lavrov, abordaram hoje, em conversa telefônica, alguns passos a serem dados no diálogo estratégico na área de segurança, informou o Departamento de Estado americano.

    "O secretário Pompeo e o ministro das Relações Exteriores russo, Lavrov, conversaram sobre os próximos passos do diálogo estratégico de segurança, levando em conta a pandemia da COVID-19", disse em declarações à imprensa a porta-voz da chancelaria norte-americana, Morgan Ortagus. 

    ​Durante uma conversa telefônica, Sergei Lavrov e Mike Pompeo continuaram a trocar opiniões sobre a situação mundial causada pela pandemia da COVID-19 e a instabilidade no mercado global de petróleo. Lavrov lembrou novamente a proposta russa de estender o Novo START.

    De acordo com a diplomacia russa, na ligação com Pompeu, o chanceler russo, além de tratar dos problemas gerados pelo surto do novo coronavírus no mundo, também aproveitou para falar sobre a instabilidade no mercado de petróleo, sobre a proposta russa para prolongar o atual tratado de controle de armas (Novo START) e de outros assuntos das agendas bilateral e internacional.

    "Sergei Lavrov recordou nossas propostas de retomar as atividades do grupo de trabalho russo-americano sobre ameaças que surgem no campo das tecnologias da informação e comunicação, interrompidas pela administração anterior dos EUA, e de intensificar o diálogo antiterrorista", disse a chancelaria russa por meio de nota.

    Mais:

    EUA: COVID-19 é uma oportunidade de trabalhar em conjunto com Rússia
    Militares russos realizam exercícios no mar Negro em meio à presença de destróier dos EUA
    MRE russo: diálogo sobre armas hipersônicas com EUA deve discutir programas que nos preocupam
    Tags:
    petróleo, pandemia, Tratado START, novo coronavírus, COVID-19, segurança, EUA, Moscou, Rússia, Estados Unidos, Washington, Mike Pompeo, Sergei Lavrov
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar