19:55 10 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    232
    Nos siga no

    Boeing afirmou planejar efetuar duas novas atualizações de software no sistema de controle de voo do MAX, para obter a aprovação do regulador e retomar os voos do avião, proibidos após dois acidentes fatais.

    Segundo informa o portal Airlive, a Boeing informou que uma das atualizações visa solucionar hipotéticas falhas no microprocessador informático de controle de voo, o que poderia potencialmente conduzir a uma perda de controle de um sistema estabilizador da aeronave conhecido como runaway stabiliser.

    O outro problema encontrado pode potencialmente conduzir à desativação da função de piloto automático durante a aproximação final à pista.

    Segundo informa o portal Airlive, o regulador aeronáutico norte-americano, a Administração Federal de Aviação (FAA, na sigla em inglês), afirmou estar em contato permanente com a Boeing, acompanhando o seu "trabalho de revisão do sistema de controle automático de voo do 737 MAX, para assegurar que sejam cumpridas todas as normas de certificação".

    A maior fabricante de aviões dos EUA tem lidado com uma série de questões de software que envolvem o 737 MAX. Todas as aeronaves deste modelo permanecem compulsivamente em terra desde março de 2019, tendo a Boeing suspendido a sua produção em janeiro.

    A companhia garante que não foi observado qualquer novo problema de software de voo e que no respeitante ao piloto automático já existem alertas e avisos na cabine de pilotagem para alertar a tripulação, informa o Airlive.

    A companhia afirmou não esperar que os problemas afetem a sua previsão atual de um regresso ao serviço do avião na metade deste ano, garantindo a Boeing que os novos problemas de software não estão ligados ao sistema MCAS (Sistema de Aumento de Características de Manobra), ao qual foram imputadas as causas dos dois acidentes fatais.

    Mais:

    Lucro ou segurança? Boeing deve escolher se quiser evitar novas catástrofes, dizem engenheiros
    Congresso dos EUA aponta falhas e define Boeing 737 Max como 'defeituoso e inseguro'
    Mídia americana estima perdas da Boeing devido a problemas com aviões 737 Max
    Tags:
    EUA, Boeing 737, Boeing
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar