03:11 29 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Mundo lidando com COVID-19 no início de abril de 2020 (153)
    7130
    Nos siga no

    As autoridades equatorianas solicitaram ajuda de empresas e laboratórios russos para combater o coronavírus, disse à Sputnik o embaixador do Equador em Moscou, Julio Prado Espinosa.

    O diplomata equatoriano expressou a certeza de que o Equador e a Rússia poderão "adotar algo concreto em breve, dada a estreita relação que existe" entre os dois países.

    "Quanto à Federação da Rússia, foi solicitado apoio de empresas e laboratórios russos para receber doações de medicamentos, máscaras e equipamentos respiratórios", disse ele.

    "Sabemos que podemos contar com a solidariedade da Federação da Rússia e de seu povo", acrescentou.

    Espinosa observou que uma empresa farmacêutica russa ofereceu ao Equador o medicamento Cycloferon, usado no tratamento de pacientes com COVID-19.

    O embaixador acrescentou que organizações do governo russo, como o Comitê Nacional de Cooperação Econômica com Países da América Latina e a Agência Médico-Biológica Federal, estão tomando medidas para "obter certos medicamentos usados ​​no tratamento de pacientes, como Midazolam, Fentatil, Noradrenalina, equipamentos para o diagnóstico de COVID-19, bem como ventiladores mecânicos".

    Ele afirmou que "o governo do presidente Lenín Moreno implementou todas as ações necessárias para solicitar a cooperação e a solidariedade de países amigos, para nos ajudar a combater essa pandemia".

    O chefe da representação do Equador em Moscou revelou que as embaixadas de seu país solicitaram às empresas e governos de todo o mundo os materiais necessários para cobrir as necessidades do sistema de saúde e as exigências da população.

    ​Assim, ele informou, a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) doaram ao Equador equipamentos de proteção individual, incluindo roupas, máscaras, óculos, roupas de proteção e bolsas de biossegurança para o pessoal da saúde.

    Ele acrescentou que a missão diplomática equatoriana em Viena recebeu através da Agência Internacional de Energia Atômica alguns kits para diagnóstico rápido do coronavírus.

    A Coreia do Sul também fornece ao Equador "materiais indispensáveis", disse ele, e "mantém videoconferência com especialistas da área para compartilhar experiências e lições aprendidas".

    Além disso, "20 milhões de dólares foram obtidos do Banco Mundial para o gerenciamento de emergências de saúde". Os recursos serão investidos na compra de novos suprimentos e equipamentos para o setor de saúde, especialmente para aumentar o número de unidades de terapia intensiva e enfermarias em todo o país.

    O embaixador lembrou que as doações das fundações Alibaba e Jack Ma já chegaram ao Equador, em particular "100 mil máscaras, 20 mil kits de diagnóstico e cinco ventiladores para atender a emergência de saúde da COVID-19", revelou Espinosa.

    Tema:
    Mundo lidando com COVID-19 no início de abril de 2020 (153)
    Tags:
    saúde, COVID-19, Rússia, Equador, relações bilaterais
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar