20:59 03 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Mundo lidando com COVID-19 no início de abril de 2020 (153)
    301019
    Nos siga no

    O presidente dos EUA, Donald Trump, disse que os EUA estocaram a hidroxicloroquina, um medicamento usado para tratar a malária, que poderia ajudar pacientes com COVID-19, além de um antibiótico chamado eritromicina, usado para infecções bacterianas.

    "Se funcionar, seria uma pena se não o fizéssemos cedo [...] novamente, você precisa passar pelo pessoal médico e obter a aprovação", afirmou Trump na conferência de imprensa da Força-Tarefa de Coronavírus da Casa Branca neste domingo.

    O presidente dos EUA declarou que os profissionais médicos "conhecem os efeitos colaterais, mas também conhecem o potencial" desses medicamentos. "Esperamos que funcione", completou Trump, sem mencionar que ainda não há eficácia comprovada.

    Segundo Trump, os EUA encomendaram 29 milhões de comprimidos de hidroxicloroquina. O presidente dos EUA disse que não havia tempo para esperar um ano e meio ou dois anos para realizar testes completos e que seria melhor administrar um medicamento já usado com sucesso para outras doenças se pudesse salvar a vida das pessoas com o novo coronavírus.

    Paciente com lúpus nos EUA porta embalagem de hidroxicloroquina, remédio que está sendo testado contra COVID-19
    © REUTERS / Lindsey Wasson
    Paciente com lúpus nos EUA porta embalagem de hidroxicloroquina, remédio que está sendo testado contra COVID-19

    O vice-presidente dos EUA, Mike Pence, comentou no briefing de domingo da Casa Branca que a hidroxicloroquina "será disponibilizada para 3 mil pacientes em Detroit" que participarão de um estudo formal para determinar a eficácia do medicamento no tratamento da COVID-19.

    De acordo com o Coronavirus Resource Center da Universidade Johns Hopkins, existem mais de 337 mil casos confirmados do novo coronavírus nos EUA, o maior número de casos de COVID-19 de todos os países.

    Os Estados Unidos têm o terceiro maior número de mortes por COVID-19 no mundo (mais de 9.600 mortes), sendo superadas apenas pela Itália (mais de 15.880 mortes) e Espanha (mais de 12.600 mortes). Somente a cidade de Nova York registrou mais de 2.250 mortes por COVID-19.

    Tema:
    Mundo lidando com COVID-19 no início de abril de 2020 (153)

    Mais:

    Bolsonaro anuncia corte de impostos para medicamento sem eficácia comprovada contra COVID-19
    COVID-19: médico diz que Bolsonaro está 'iludido' e não garante eficácia da cloroquina
    Bolsonaro pede à Índia insumos para fabricar substância sem eficiência comprovada contra COVID-19
    Tags:
    Mike Pence, droga, vírus, saúde, novo coronavírus, COVID-19, Donald Trump, Nova York, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar