23:51 14 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    13254
    Nos siga no

    O presidente venezuelano Nicolás Maduro denunciou o ataque e afundamento de um barco da Marinha da Venezuela por um navio turístico "pirata", a noroeste da ilha de La Tortuga.

    Na noite de segunda-feira (30), o navio de passageiros Resolute, com mais de 120 metros de comprimento, entrou em águas venezuelanas, a 11 quilômetros da ilha de Tortuga. Um barco da Guarda Costeira venezuelana foi ao seu encontro. O Resolute bateu contra a embarcação venezuelana, resultando no naufrágio desta última.

    Segundo o líder bolivariano, o navio de passageiros Resolute, de bandeira portuguesa, é "oito vezes maior" que a embarcação da Marinha. Apesar do naufrágio, a tripulação venezuelana foi resgatada com vida e conseguiu salvar todo o material de guerra.

    "Foi um ato de pirataria internacional", disse Maduro na terça-feira (31).

    O chefe de Estado venezuelano afirmou que o navio turístico está atualmente no porto de Willemstad, capital da ilha Curaçao, e que tenciona "investigar o ato de pirataria".

    "O Ministério das Relações Exteriores da Venezuela e o Ministério da Defesa iniciaram os respectivos procedimentos a nível diplomático e militar para esclarecer este caso. No entanto, as autoridades venezuelanas não descartam que este navio transportasse mercenários para atacar bases militares na Venezuela", afirma o comunicado feito pelas autoridades venezuelanas ao Governo de Curaçao.

    Maduro pediu ao ministro das Relações Exteriores venezuelano, Jorge Arreaza, que realizasse os "procedimentos diplomáticos" correspondentes.

    Navios da Marinha venezuelana
    © AP Photo / Leslie Mazoch
    Navios da Marinha venezuelana

    De acordo com ministro da Defesa venezuelano, Vladimir Padrino López, o ataque "gerou danos de grande magnitude e causou preocupação" no navio da Marinha venezuelana, por isso não encaram o que aconteceu "como um caso isolado".

    "A ação do navio Resolute é considerada covarde e criminosa, pois não ajudou no resgate dos tripulantes, violando as normas internacionais que regulam o resgate de vidas no mar", relatou a autoridade militar.

    Mais:

    Acusação dos EUA contra Maduro é 'alerta claro de agressão direta', diz especialista
    'Fúria bolivariana tem seus planos': Maduro responde às ameaças dos EUA contra Venezuela
    Piratas saqueiam navio e matam capitão na Venezuela, relata jornal (FOTO)
    Tags:
    naufrágio, navio, pirata, Venezuela, Nicolás Maduro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar