07:49 05 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Coronavírus se espalha pelo mundo (498)
    202
    Nos siga no

    O Departamento de Defesa dos EUA enviou mais de 4.000 soldados da Guarda Nacional para 31 estados do país para auxílio no combate à pandemia de coronavírus.

    O Departamento de Defesa também forneceu milhares de respiradores e estoques de vestimentas cirúrgicas, luvas e outros equipamentos de proteção ao Departamento de Saúde e Serviços Humanos (HHS, na sigla em inglês) para combater o coronavírus, informou o secretário de Defesa, Mark Esper, nesta sexta-feira (20).

    "Agora temos mais de 4.000 guardas em 31 estados destacados ajudando os governadores e a população daqueles estados", declarou Esper em entrevista ao canal Fox News.

    O Departamento de Defesa também ofereceu ao HHS cerca de cinco milhões de respiradores, vestimentas para agentes de saúde, luvas e outros equipamentos de proteção, além de aproximadamente 2.000 ventiladores médicos, todos oriundos dos estoques estratégicos do departamento, acrescentou Esper.

    Soldados do Exército dos EUA são mobilizados para operar em centro de testes para o coronavírus, em Nova Jersey, EUA, 20 de março de 2020
    © REUTERS / Eduardo Munoz
    Soldados do Exército dos EUA são mobilizados para operar em centro de testes para o coronavírus, em Nova Jersey, EUA, 20 de março de 2020

    Para impedir que o coronavírus se espalhe entre as fileiras militares dos EUA, oficiais do Departamento de Defesa impuseram severas restrições a viagens ao exterior e domésticas realizadas por militares.

    Os EUA são o sexto país mais afetado pelo novo coronavírus, com 4.250 casos confirmados e 205 mortes, concentrados sobretudo nos estados de Washington, Nova York e Califórnia.

    Tema:
    Coronavírus se espalha pelo mundo (498)

    Mais:

    Coreia do Norte batalha contra coronavírus apesar de sanções
    Amazonenses vivenciam medo da chegada do coronavírus
    Bolsonaro diz que pode fazer novo teste para coronavírus
    Tags:
    pandemia, novo coronavírus, Exército, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar