02:04 11 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    161635
    Nos siga no

    O governo de Jair Bolsonaro decidiu que os representantes diplomáticos da Venezuela no Brasil devem deixar o país e, se não o fizerem, serão expulsos.

    A informação foi publicada nesta quinta-feira (5) pelo jornal Folha de S. Paulo. Ainda de acordo com a publicação, há 17 funcionários do presidente venezuelano Nicolás Maduro no Brasil. Eles estão espalhados pela embaixada em Brasília e em consulados nas seguintes cidades: Manaus, Boa Vista, Belém, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo.

    O Brasil também decidiu retirar da Venezuela quatro diplomatas e 11 oficiais de chancelaria. 

    Assim como os Estados Unidos, Bolsonaro reconhece o autodeclarado presidente interino Juan Guaidó como mandatário legítimo da Venezuela. Durante a cúpula do BRICS em Brasília em 2019, aliados de Guaidó invadiram a embaixada venezuelana no Brasil e houve tumulto. Os invasores demoraram cerca de 12 horas para deixar a embaixada.

    Mais:

    Após polêmica com Guaidó, chanceleres avaliam tensões entre Venezuela e Portugal
    Piratas saqueiam navio e matam capitão na Venezuela, relata jornal (FOTO)
    Maduro anuncia exercícios militares 'surpresa' contra o terrorismo na Venezuela
    Trump revela que tem muitos planos para a Venezuela
    Governo brasileiro remove diplomatas e funcionários consulares da Venezuela
    Tags:
    Nicolás Maduro, Brasil, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar