23:33 10 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    335
    Nos siga no

    Os chineses Jielun Zhang e Yuhao Wang se declararam culpados diante de corte americana de fotografar ilegalmente instalações militares na base naval de Key West, no estado da Flórida.

    A confissão foi feita nesta terça-feira (3) em uma corte da Justiça americana.

    Desta forma, Jielun Zhang e Yuhao Wang, ambos de 24 anos, poderão enfrentar até um ano de prisão.

    A leitura da sentença está marcada para 11 de maio, conforme informou a agência AP.

    Fotos proibidas

    Os dois cidadãos foram detidos ainda em janeiro deste ano, após terem entrado na base naval de Key West, na Flórida, e tirado fotos de instalações do local.

    Antes de captarem as fotos, os dois homens foram avisados pela guarda do local da proibição de entrar na zona militar.

    Contudo, a dupla desconsiderou o aviso e entrou no recinto, tendo posteriormente sido detidos.

    Quarto caso

    Zhang e Wang não são os primeiros cidadãos chineses a serem processados por tirarem fotos da instalação militar.

    Um outro caso ocorreu em setembro do ano passado com Zhao Qianli, um estudante de música da China, o qual foi condenado a um ano de prisão após tirar fotos ilegais da mesma base militar.

    Desde o outono de 2018, quatro cidadãos chineses já foram presos sob a acusação de fotografar instalações militares em Key West.

    Mais:

    EUA advertem China contra 'brincar de laser tag' com avião de vigilância no mar das Filipinas
    Saiba como China está vencendo EUA na disputa pela influência na África
    Corte de verbas na Marinha dos EUA poderia resultar na supremacia naval da China
    Tags:
    julgamento, chineses, EUA, Key West, base naval
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar