11:04 31 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    241
    Nos siga no

    O presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, afirmou nesta quinta-feira (27) que Cuba deseja fazer parte do Conselho dos Direitos Humanos da ONU no período 2021-2023.

    "Razões por trás da candidatura de Cuba a membro do Conselho dos Direitos Humanos. Temos posição moral e temos o direito a isso", disse Díaz-Canel por meio do Twitter ao citar artigo publicado pelo jornal estatal Granma.  

    ​Razões por trás da candidatura de Cuba a membro do Conselho dos Direitos Humanos. Temos posição moral e temos o direito a isso

    De acordo com a publicação do governo, Cuba tem importantes conquistas de promoção e proteção dos direitos humanos "para todas as pessoas e povos do mundo". 

    "Sem duplos padrões, manipulação, politização e seletividade do tema", acrescentou o jornal. 

    Governo cita envio de médicos cubanos para outros países

    O artigo diz ainda que Havana cumpriu com os oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, três deles antes do prazo, fixado para 2015, tendo pleno compromisso com o cumprimento da Agenda 2030 e seus 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, com algumas metas já alcançadas. 

    O jornal Granma menciona ainda resultados na área de educação, saúde e segurança social, além da vocação solidária de Cuba no apoio a outros países nas lutas contra o colonialismo e no combate ao ebola na África. 

    A publicação também cita a atuação de 400 mil profissionais de saúde cubanos em 164 países. No Brasil, o programa Mais Médicos foi formado em sua maioria por profissionais de Cuba.

    No campo diplomático, o jornal relembra o papel da ilha na mediação dos diálogos entre a Colômbia e as Farc, que aconteceram em Havana. 

    Cuba já integrou o Conselho dos Direitos Humanos nos períodos 200-2009, 2009-2012, 2014-2016 e 2017-2019. 

    Mais:

    Evo Morales embarcou para Cuba para fazer 'um tratamento', diz Alberto Fernández
    Bloqueio dos Estados Unidos a Cuba é 'o mais prolongado e ilegal da história', segundo historiador
    Bolívia suspende relações diplomáticas com Cuba
    Rússia e Cuba pretendem estreitar relações na área de defesa e outras
    Cuba qualifica como provocação os exercícios militares da OTAN perto da fronteira com a Rússia
    Chefe da Marinha da Rússia inicia visita a Cuba
    Tags:
    Miguel Díaz Canel, partido, Granma, socialismo, conselho, direitos humanos, ONU, Cuba
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar