09:54 20 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    11160
    Nos siga no

    O governo da Venezuela suspendeu a companhia aérea portuguesa TAP por 90 dias devido a supostas violações dos regulamentos de aviação civil venezuelanos.

    A ação é decorrente de possíveis irregularidades registradas no voo em que Juan Guaidó chegou em Caracas, informou a vice-presidente Delcy Rodríguez, no Twitter.

    A companhia aérea TAP foi suspensa por noventa dias por causa de graves violações dos regulamentos da aeronáutica civil venezuelana, sem prejuízo das multas e procedimentos administrativos que podem ocorrer. A Venezuela é respeitada!

    Mais cedo, o ministro dos Transportes, Hipólito Abreu, havia dito que o governo estava avaliando algumas ações contra a TAP, entre as quais mencionou uma série de multas, possíveis sanções e a suspensão permanente da revogação do serviço aeronáutico da empresa.

    No dia 13 de fevereiro, o presidente da Assembleia Nacional Constituinte da Venezuela, Diosdado Cabello, disse que Juan José Márquez, tio de Juan Guaidó, foi preso no aeroporto internacional Simón Bolívar acusado de trazer explosivos no voo da TAP.

    Mais:

    Venezuela acusa Guaidó de 'maior caso de corrupção da história do país'
    Tio de Guaidó é detido entrando na Venezuela por transportar explosivos, afirma Diosdado Cabello
    Venezuela acusa governo de Portugal e empresa aérea de tentarem entrar com explosivos no país
    Tags:
    aviação civil, Juan Guaidó, Venezuela, Portugal, TAP
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar