14:18 01 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    315
    Nos siga no

    O líder da Igreja Católica apelou aos fiéis para dar mais atenção à Amazônia para a fé atingir "uma harmonia multiforme".

    O Papa Francisco defendeu uma Igreja com "rosto amazônico" em sua Exortação Apostólica pós-sinodal, publicada na quarta-feira (12) no site oficial da Santa Sé.

    "A Igreja é chamada a caminhar com os povos da Amazônia [...] A tarefa missionária, se ela quer desenvolver uma Igreja com rosto amazônico, precisa crescer em uma cultura de encontro rumo a uma harmonia multiforme", sugere o pontífice.

    Na Exortação, Francisco anuncia seus quatro sonhos a respeito da Amazônia.

    • O sonho social consiste em defender os oprimidos e proteger as comunidades indígenas, um sonho "de uma Amazônia que integre e promova todos os seus habitantes para que possam consolidar uma boa vida".

    • O segundo sonho, o cultural, tenta cuidar do "poliedro amazônico", ou seja, da grande variedade cultural da região, ameaçada pela "colonização pós-moderna" e pela "visão consumista do ser humano".

    • A proteção do meio ambiente, que é o terceiro sonho do Papa, está inseparavelmente ligada ao cuidado dos pobres. O pontífice aponta que o futuro da Amazônia está no desenvolvimento sustentável e na educação ecológica das novas gerações.

    • O quarto e último sonho diz respeito à própria Igreja, que deve se concentrar na atividade missionária, na "enculturação" da região", que deve ter "um perfume marcadamente social".

     Coletivo Alvito convocou os presentes para assinarem uma petição pública para apoiar a proteção da Amazônia
    © Sputnik / Caroline Ribeiro
    Coletivo Alvito convocou os presentes para assinarem uma petição pública para apoiar a proteção da Amazônia

    Na parte conclusiva da Exortação, o Pontífice destaca, entre outras coisas, "a força e o dom das mulheres", reconhecendo que só graças a elas algumas comunidades amazônicas têm sido mantidas.

    Ao mesmo tempo, Francisco rejeita a clericalizarão das mulheres, insistindo que a contribuição feminina para a obra da Igreja deve consistir em prolongar "a força e a ternura de Maria".

    Mais:

    Sob escrutínio da inteligência brasileira, Igreja inicia preparação para Sínodo
    Virada histórica: Vaticano cogita aceitar padres casados em áreas remotas da Amazônia
    Igreja divulga documento base do Sínodo da Amazônia e denuncia 'uso indiscriminado' da floresta
    Tags:
    Igreja Católica, Papa Francisco, Amazônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar