19:53 11 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    1112
    Nos siga no

    A Argentina continua interessada em comprar helicópteros fabricados na Rússia, afirmou à Sputnik o embaixador da Rússia em Buenos Aires, Dmitry Feoktistov.

    Em 2011, a Argentina comprou dois helicópteros russos Mi-171E para usá-los em operações aéreas na Antártida. Os helicópteros receberam feedback positivo dos pilotos e do Ministério da Defesa da Argentina sobre suas características técnicas e de confiabilidade.

    "O contrato inicialmente previa a opção de entregar mais três veículos, seus reparos e manutenção. O novo ministro da Defesa [da Argentina, Agustin] Rossi me confirmou durante uma reunião recente que a Argentina continua interessada em comprar nossos helicópteros", disse o embaixador Feoktistov.

    Segundo o diplomata, Moscou considera a atual cooperação no setor de Defesa como "um dos elementos-chave de uma ampla parceria estratégica com a Argentina".

    A próxima reunião da comissão intergovernamental russo-argentina de cooperação com a indústria de Defesa está prevista para acontecer em junho deste ano, em Buenos Aires.

    Feoktistov expressou ainda sua esperança de que Moscou e Buenos Aires continuem cooperando no setor de energia nuclear, observando que a agência estatal de energia nuclear da Rússia, Rosatom, estava disposta a trabalhar com parceiros da Argentina.

    "Estamos observando o desenvolvimento da situação na Argentina após as eleições presidenciais que ocorreram aqui em outubro de 2019. Esperamos que, após a mudança de administração, a cooperação bilateral no campo do uso pacífico da energia nuclear continue a se desenvolver de forma constante", disse o embaixador.

    Nas eleições presidenciais de outubro, Alberto Fernández derrotou Mauricio Macri, que atuou como presidente argentino de 2015 a 2019. Fernández assumiu o cargo de presidente argentino em 10 de dezembro de 2019.

    Mais:

    Eleições argentinas poderão resultar em investimentos bilionários russos no país, diz especialista
    Argentina adia compra de caças MiG-29 russos para depois das eleições
    Analista militar comenta perspectivas da compra de caças MiG-29 russos pela Argentina
    Taxação de exportações agrícolas argentinas pode impactar Brasil e Rússia, diz especialista
    Tags:
    Mauricio Macri, Alberto Fernández, Rosatom, Buenos Aires, Moscou, Mi-171, Antártida, Argentina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar