22:09 04 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    2111
    Nos siga no

    Enquanto Brasil busca fechar acordo de livre comércio entre Mercosul e UE, o mesmo é visto como negativo por setores industriais argentinos e seria desafio para as relações entre Brasil e Argentina.

    Se por um lado o acordo de livre comércio entre o Mercosul e a União Europeia poderia ser benévolo para as exportações brasileiras, o temor de perda de competitividade de vários setores industriais argentinos tem levantado interrogações sobre as reais vantagens do acordo para o país vizinho.

    Além da possível perda de competitividade no mercado argentino, os produtores industriais deste país também temem que o acordo possa afetar o vínculo com o Brasil, principal parceiro comercial da Argentina e destino de 70% das exportações industriais, conforme publicou o portal Infobae.

    "Bolsonaro aposta em acordos de livre comércio com outros países e em deixar de lado o Mercosul – ao menos em suas palavras, já que ainda não o materializou. Neste sentido, a pergunta é como se vai desenvolver a relação bilateral em um contexto em que o Brasil parece olhar para outro lado", afirmou à mídia o analista político Juan Negri, docente da Universidade Torcuato Di Tella, Argentina.

    Mais vantagens para o Brasil?

    O especialista sugeriu que o acordo poderia ser mais vantajoso para o Brasil do que para a Argentina. A razão disso seria a maior capacidade industrial brasileira frente à do país vizinho.

    No entanto, Negri também levou em consideração as dificuldades que os produtos oriundos do Mercosul poderão ter para alcançar o mercado europeu.

    "A UE é muito exigente com o tipo de regulamentações que impõe aos produtos que ingressam" e possui "padrões, como os ambientais, que são mais altos e que muitas empresas e atores relevantes do Mercosul não cumprem", afirmou.

    Mais:

    Mudanças na Argentina e políticas do Brasil inverteram corrida para entrar na OCDE, diz analista
    Taxação de exportações agrícolas argentinas pode impactar Brasil e Rússia, diz especialista
    'Desafeto' de Fernández, Bolsonaro diz que comércio Brasil-Argentina não mudará
    Tags:
    indústria argentina, indústria brasileira, Argentina, Brasil, Acordo de Livre Comércio entre União Europeia e Mercosul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar