15:42 27 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    441
    Nos siga no

    A Casa Branca não solicitou a suspensão dos voos entre os Estados Unidos e a China por conta do surto de coronavírus, afirmou um funcionário do governo norte-americano.

    Mais cedo, a CNBC publicou uma matéria informando que autoridades federais teriam notificado companhias do setor aéreo nacional sobre uma possível paralisação do tráfego entre os EUA e o território chinês, em meio ao aumento do número de casos fatais ligados a uma nova doença que vem se espalhando rapidamente pelo país e no exterior.

    Nesta noite, funcionários da administração do presidente Donald Trump disseram à Reuters que nenhum pedido desse tipo tinha sido feito pela Casa Branca, que decidiu não adotar essa medida extrema no momento. 

    ​O surto do novo coronavírus que já contaminou milhares de pessoas em diferentes países teve início neste mês em Wuhan, na China. O país asiático segue sendo o mais afetado por casos de infecções respiratórias provocadas por esse vírus, com 132 mortes confirmadas e quase 6 mil pessoas infectadas.

    Mais:

    Administração Federal de Aviação dos EUA proíbe voos sobre o Irã
    Lufthansa suspende voos para Cairo por razões de segurança
    Autoridades russas recomendam segurança extra em voos para o Oriente Médio
    Tags:
    Reuters, Washington, China, EUA, Estados Unidos, voos, companhias aéreas, tráfego aéreo, tráfego, mortes, infecção, surto, doença
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar