18:46 27 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    120
    Nos siga no

    Daniel Scioli, aprovado como embaixador da Argentina no Brasil, expressou otimismo quanto a seu novo cargo, mas ressaltou alguma dificuldade em aprofundar os laços entre os dois países.

    "É enorme o desafio que significa derrubar todas as barreiras e aprofundar os laços [entre o Brasil e a Argentina]", destacou o ex-vice-presidente da Argentina e futuro embaixador de seu país no Brasil, Daniel Scioli, durante um evento do Instituto Interamericano de Cooperação e Agricultura (IICA) em Buenos Aires, conforme publicou o portal Infobae.

    A dificuldade de aprofundar as relações estaria principalmente no agronegócio, e também na "luta contra a fome iniciada" pelo novo governo argentino.

    Contudo, a autoridade expressou esperanças em melhorar a colaboração entre os dois países, apesar dos maus momentos nas relações entre Bolsonaro e Fernández.

    "Estou seguro de que vamos encontrar cada vez mais coincidências com o Brasil", afirmou.

    O otimismo também foi expresso por Manuel Otero, diretor-geral do IICA, que participou igualmente do evento, que se deu na sede do Ministério das Relações Exteriores da Argentina em Buenos Aires, o Palácio San Martín.

    "É vasta a experiência e capacidade de diálogo de Daniel Scioli para unir pontes", declarou.

    Além das autoridades argentinas, o evento contou também com a participação do embaixador brasileiro em Buenos Aires, Sérgio Danese, o secretário de Articulação e Parcerias do Ministério da Cidadania, Cezar Shirmer, assim como deputados e empresários.

    Aprovação recorde

    Como praxe, os embaixadores estrangeiros iniciam suas funções no Brasil após aprovação do Governo Federal.

    No caso de Scioli, o mesmo foi aprovado pelo governo brasileiro para seu cargo em Brasília em menos de 24 horas, conforme publicado pelo portal Uol.

    Desta forma, a aprovação do futuro embaixador se deu em tempo recorde.

    Mais:

    'Linha direta' Brasil-Argentina aponta pragmatismo bilateral, diz analista
    Chanceleres de Brasil e Argentina conversam em tom 'cordial', mas com 'diferenças'
    Taxação de exportações agrícolas argentinas pode impactar Brasil e Rússia, diz especialista
    Tags:
    Alberto Fernández, Jair Bolsonaro, vice-presidente, Daniel Scioli, embaixador, Argentina, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar