18:41 05 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    885
    Nos siga no

    Após 76 membros do Primeiro Comando da Capital (PCC) fugirem de uma prisão em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, o Mato Grosso do Sul resolveu fechar sua fronteira com o país vizinho.

    Os presos estavam na Penitenciária Regional de Pedro Juan Caballero e escaparam por meio de um túnel. A cidade paraguaia faz fronteira com o município brasileiro de Ponta Porã. 

    A informação foi publicada neste domingo (19) pelo G1. Ainda de acordo com a publicação, a fronteira que o Paraná divide com o Paraguai só será fechada se houver uma solicitação do governador Ratinho Júnior (PSD). 

    As autoridades brasileiras pediram ao Paraguai a lista de nomes dos fugitivos, que incluí cidadãos dos dois países

    O ministro da Justiça e da Segurança, Sergio Moro, disse que os detentos ganharão "passagem só de ida para presídio federal" e que o Paraguai tem sido "um grande parceiro na luta contra o crime".

    Mais:

    Especialista: Transferir líderes do PCC para presídios federais é estratégia insustentável
    Em que resultaria a aliança entre PCC e uma das maiores organizações criminosas do mundo?
    'E se Trump atacar instalação do PCC que refina drogas para os EUA?', questiona ex-chefe do GSI
    Paraguai: 91 supostos membros do PCC fogem de presídio
    Tags:
    PCC, Paraguai, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar