12:36 22 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    451
    Nos siga no

    A Câmara norte-americana segue tentando encontrar um meio de reduzir os custos do programa F-35, e para isso, está considerando eliminar escritórios do Pentágono ligados ao programa da Lockheed Martin.

    Nesta terça-feira (14), o Departamento de Defesa dos EUA pretende revisar a dispersão da responsabilidade entre os três serviços militares que recebem as variações das aeronaves, segundo o portal Bloomberg.

    A porta-voz do Comitê de Serviços Armados da Câmara dos EUA, Monica Matoush, afirmou que possível dispersão do escritório do programa F-35 tem o objetivo de obter ganhos em efetividade e eficiência.

    Além disso, há a possibilidade de a Lockheed Martin abrir mão dos direitos adquiridos em algumas partes sobressalentes da aeronave, permitindo que outros fornecedores possam suprir as necessidades das aeronaves.

    Também deverão ser avaliados os méritos e as desvantagens de uma proposta realizada pela Bethesda com sede em Maryland, que visa celebrar um contrato de logística a longo prazo para o F-35.

    Caso a proposta seja aceita, seriam vinculados incentivos financeiros com o objetivo de reduzir os custos da hora de voo e da manutenção da aeronave, este seria reduzido em 80%.

    Mais:

    Exército dos EUA permanece 'preparado e pronto' após ataques iranianos, declara Pentágono
    Militares sauditas em treinamento nos EUA serão expulsos pelo Pentágono, diz mídia
    Pentágono possui VÍDEO secreto de encontro com OVNI, afirma Marinha dos Estados Unidos
    Tags:
    custos, F-35, Defesa, EUA, Pentágono
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar