13:29 04 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    24220
    Nos siga no

    O Secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse nesta segunda-feira (13) que as forças de segurança venezuelanas devem lealdade aos cidadãos, e não ao presidente da nação, Nicolás Maduro.

    "Aqueles que afogarem e reprimirem as aspirações democráticas da Venezuela serão responsabilizados. Hoje, os EUA sancionam sete indivíduos alinhados com Maduro e envolvidos na fracassada tentativa de tomar a Assembleia Nacional. As forças de segurança venezuelanas devem fidelidade ao povo venezuelano, não a Maduro", afirmou Pompeo. 

    O Departamento do Tesouro dos EUA anunciou novas sanções contra a Venezuela. Sete deputados estão na lista, inclusive o novo presidente da Assembleia Nacional, Luis Parra. 

    Washington já havia dito há uma semana que preparava sanções contra os deputados envolvidos na eleição que resultou na perda do cargo do então presidente da Assembleia Nacional, Juan Guaidó

    Opositor de Maduro, Guaidó também é reconhecido como presidente interino pelos Estados Unidos. 

    Mais:

    Guaidó presta juramento como 'presidente encarregado' da Venezuela
    Venezuela anuncia quando serão realizados seus primeiros exercícios militares de 2020
    'Regime brutal': eleições deste ano na Venezuela vão moldar futuro do país, diz Pompeo
    Após fracasso do plano Guaidó, EUA elaboram nova estratégia para Venezuela, diz especialista
    Tags:
    Nicolás Maduro, Mike Pompeo, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar