00:28 28 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    432
    Nos siga no

    O ex-assessor de segurança nacional John Bolton disse em comunicado nesta segunda-feira (6) que está pronto para testemunhar no Senado nas próximas audiências do processo de impeachment.

    "Concluí que, se o Senado emitir uma intimação para meu testemunho, estou preparado para testemunhar", disse Bolton.

    Bolton não testemunhou perante a Câmara dos Representantes. Controlada pelo Partido Democrata, a Câmara decidiu pelo impeachment do presidente Donald Trump após meses de deliberação. Trump é acusado de abuso de poder e obstrução em um caso que envolve a Ucrânia. 

    Contudo, o presidente apenas será obrigado a deixar a Casa Branca caso o Senado, que é controlado pelo Partido Republicano, confirme a decisão das Câmara dos Representantes. 

    Trump nega qualquer irregularidade e diz que o processo de impeachment é uma tentativa de reverter o resultado das eleições presidenciais de 2016.

    As palavras de Bolton podem ser problemáticas para Trump já que depoimentos anteriores indicam que o então assessor de segurança nacional mostrou-se preocupado com a relação do presidente com a Ucrânia. 

    Mais:

    Trump diz que EUA não sairão do Iraque até Bagdá pagar por base aérea no país
    Parlamentar russo: comentário de Trump sobre tropas no Iraque é o mesmo que ocupação
    Irã nunca terá uma arma nuclear, afirma Trump
    Ministro alemão ainda pensa em salvar acordo nuclear com Irã e critica ameaças de Trump
    Filha de Soleimani chama Trump de 'louco' e prevê 'dia sombrio' para EUA e Israel
    Tags:
    impeachment, John Bolton, Donald Trump, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar