11:56 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    870
    Nos siga no

    Quatro anos após a prática ter sido suspensa por problemas de saúde, o governo da Colômbia propôs a retomada da pulverização aérea dos campos de coca.

    Na segunda-feira (30), o Ministério da Justiça publicou um projeto de lei que pode permitir voos de fumigação sob supervisão da polícia nacional. A proposta também pede a criação de uma agência independente que supervisione as reclamações relacionadas à pulverização aérea, incluindo possíveis impactos nas comunidades rurais.

    O esforço para retomar os voos de fumigação ocorre enquanto a Colômbia luta para conter a produção ilegal de coca, a planta usada para fabricar cocaína.

    De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), a área cultivada com coca na Colômbia triplicou nos últimos cinco anos, atingindo 169.000 hectares no final de 2018.

    A Colômbia suspendeu a pulverização aérea dos campos de coca em 2015, depois que um estudo da Organização Mundial da Saúde descobriu que o glifosato, o produto químico usado em voos de fumigação, pode causar câncer. Autoridades dos Estados Unidos se opuseram à medida e disseram que não havia provas suficientes para provar que o produto químico representava um perigo para os seres humanos.

    Mais:

    O que está por trás dos protestos na Colômbia?
    Maduro diz que Colômbia e EUA preparam atos de provocação na fronteira venezuelana
    Manifestantes tomam ruas de Bogotá em meio a nova greve na Colômbia (VÍDEO)
    Colômbia anuncia aumento de 6% no salário mínimo
    Maduro diz que Colômbia 'financia violência e golpe' contra Venezuela
    Tags:
    Iván Duque, coca, Colômbia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar