15:44 22 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    260
    Nos siga no

    Os ministros das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, e da Argentina, Felipe Solá, mantiveram uma conversa por videoconferência na quinta-feira que ambos avaliaram positivamente, embora o argentino também tenha sublinhado as diferenças que separam os dois governos.

    "O chanceler Ernesto Araújo realizou esta tarde uma videoconferência com o chanceler da Argentina, Felipe Solá. A conversa transcorreu em [um] clima muito cordial e tratou de múltiplos temas da agenda dos dois países", afirmou o Ministério das Relações Exteriores do Brasil no Twitter.

    Solá, por outro lado, também recorreu à mesma rede social para explicar que ambos mantiveram uma videoconferência "extensa", embora, além de pontos de concordância, ele enfatizasse que também existem diferenças.

    "Conversamos sobre a relação política e comercial sobre democracia na região, sobre pontos de abordagem em meio a diferenças óbvias e ele me convidou para [ir até] Brasília até o final de janeiro", escreveu o representante argentino.

    A relação entre os dois países tornou-se tensa desde que o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, alertou sobre a possível vitória do agora presidente Alberto Fernández e mostrou seu descontentamento ao vencer as eleições.

    Bolsonaro não compareceu à posse de Fernández em Buenos Aires e não pretendia enviar nenhum representante, embora que no último minuto enviou o vice-presidente brasileiro Antônio Hamilton Mourão.

    Nos últimos dias, Bolsonaro e Fernández fizeram declarações em tom conciliatório, destacando a importância de um bom relacionamento entre os dois países vizinhos.

    Mais:

    Argentina mais próxima das Malvinas com novo presidente e Brexit, segundo analista
    Taxação de exportações agrícolas argentinas pode impactar Brasil e Rússia, diz especialista
    Argentina está em estado de 'calote virtual', diz novo presidente Alberto Fernández
    Tags:
    Antonio Hamilton Mourão, política, diferenças, Ernesto Araújo, diplomacia, relações bilaterais, Alberto Fernández, Jair Bolsonaro, Argentina, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar