16:40 19 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    1039
    Nos siga no

    Em discurso de mais de uma hora proferido em organização estudantil, o presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou ser um especialista na área de turbinas eólicas, apesar de insistir em chamá-las de "moinhos de vento".

    O presidente dos EUA, Donald Trump, discursou perante estudantes na região de West Palm Beach, no Estado norte-americano da Flórida, quando tratou do tema energia eólica: "Eu estudei isso mais do que qualquer pessoa que eu conheça", assegurou.

    "Eu nunca entendi o vento. Sabe, eu conheço os moinhos de vento muito bem. Eles são barulhentos, eles matam os pássaros. Quer ver um cemitério de pássaros? Vá debaixo de um moinho de vento um dia. Você verá mais pássaros do que viu durante toda a sua vida", declarou.

    As observações do presidente dos EUA foram feitas durante comentários sobre propostas de opositores de criar um "New Deal Verde", uma política de fomento estatal de fontes de energia alternativas.

    "[As turbinas eólicas] são feitas principalmente na China e na Alemanha", disse Trump. "Mas se você for um conhecedor do assunto, saberá que elas são fabricadas com muita, muita fumaça. Gases são lançados para a atmosfera", declarou.

    "Sabe que temos um mundo, certo? E o mundo é pequeno comparado ao Universo. Então é uma quantidade tremenda, tremenda de fumaça", disse, em uma aparente alusão ao processo de fabricação das turbinas.

    De acordo com o presidente dos EUA, a fabricação de turbinas eólicas pode deixar pegadas de carbono: "Você fala sobre pegada de carbono, fumaça está sendo lançada no ar, certo? Lançada. Quer seja na China, na Alemanha, está indo para o ar. É o nosso ar, o ar deles, tudo, certo?", explicou Trump.

    Usina de Energia Eólica (UEE) em Icaraí, no Ceará (CE).
    © Foto / Divulgação/Ari Versiani/PAC/Agência Brasil
    Usina de Energia Eólica (UEE) em Icaraí, no Ceará (CE).

    A antipatia do presidente dos EUA pelas turbinas eólicas, ou "moinhos de vento", como ele prefere chamar, não é nova. No passado, Trump já havia acusado o barulho das turbinas de causar doenças como o câncer, reportou o jornal The Guardian.

    "Você vê todos esses moinhos de vento, cada um tem uma cor diferente. Tem alguns que são brancos, alguns que são brancos alaranjados. Minha cor favorita, o laranja", comentou Trump.

    O presidente foi acusado por seus críticos de fazer declarações contra as turbinas eólicas por causa de uma proposta de instalação de um parque eólico próximo de campo de golfe que ele possui na Escócia.

    "Sabe o que eles não dizem a você sobre os moinhos de vento? Passados dez anos, eles ficam horrorosos. Eles começam a ficar cansados, velhos", disse.

    Embora sejam consideradas ecológicas, existem dados de que as turbinas eólicas têm realmente impacto negativo na vida das aves. De acordo com um estudo realizado em 2013 pela Wildlife Society, após a instalação de turbinas eólicas no estado norte-americano da Califórnia, foram registradas mortes de cerca de um milhão de morcegos e meio milhão de pássaros.

    Mais:

    Bolsonaro diz ter conversado com Trump e que EUA desistiram de sobretaxa contra aço brasileiro
    Brasil tem potencial não aproveitado de energia eólica, diz especialista
    Trump anuncia oficialmente a criação da Força Espacial dos EUA
    Tags:
    vento, Donald Trump, energia eólica, turbinas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar