00:46 30 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    313
    Nos siga no

    No início de dezembro, o governo Trump anunciou ter alcançado a "fase um" de um acordo com a China para resolver, em parte, a guerra comercial de 17 meses entre os dois países.

    A guerra comercial provocou prejuízos de centenas de bilhões de dólares para as duas maiores economias do mundo e amorteceu os ganhos financeiros globais.

    O presidente dos EUA, Donald Trump, durante um discurso realizado em reunião da organização estudantil conservadora - Turning Point EUA - disse que Washington e Pequim assinariam a "primeira fase" de um acordo comercial "muito em breve".

    "Acabamos de alcançar um avanço no acordo comercial e assinaremos em breve", anunciou Trump.

    Na sexta-feira, Trump afirmou que teve uma "conversa muito boa" durante uma ligação telefônica com o presidente chinês Xi Jinping.

    Um acordo sobre a suposta primeira fase do acordo comercial - um acordo bilateral maior entre EUA e China - teria sido alcançado na semana passada.

    A primeira fase estipula um ajuste significativo das tarifas dos EUA sobre produtos chineses, mas manteria tarifas de 25% sobre aproximadamente US$ 250 bilhões em importações chinesas, juntamente com tarifas de 7,5% sobre aproximadamente US$ 120 bilhões em importações chinesas. O acordo também exige que a China aumente suas compras de produtos e serviços americanos em pelo menos US$ 200 bilhões nos próximos dois anos.

    Tags:
    China, EUA, Donald Trump
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar