07:39 23 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    221
    Nos siga no

    Restos humanos descobertos no mês passado em uma fazenda nos arredores da cidade de Guadalajara foram confirmados como pertencentes a pelo menos 50 pessoas.

    O número de vítimas foi confirmado por autoridades do estado de Jalisco, no centro-oeste do México.

    Os promotores estaduais de Jalisco disseram que o trabalho de recuperação começou em 22 de novembro após a descoberta inicial e foi concluído na sexta-feira (13). 

    A promotoria local disse que a contagem "preliminar" de vítimas está em 50 pessoas. 

    Os promotores disseram que identificaram 13 vítimas até agora — 12 homens e uma mulher, todas anteriormente listadas como desaparecidas.

    O Instituto Estadual de Ciências Forenses procurará determinar o sexo e a causa da morte dos outros corpos.

    A investigação continua, com o objetivo de identificar mais vítimas e "os responsáveis ​​por esse crime que prejudica gravemente a sociedade", afirma a promotoria em comunicado obtido pela agência de notícias Associated Press.

    O estado abriga o cartel de Jalisco Nova Geração, um dos mais violentos do país. Pelo menos 40.000 pessoas desapareceram desde o início da guerra às drogas no México, em 2006.

    Mais:

    Ao menos 5 pessoas morrem por intoxicação após caminhão com amoníaco capotar no México (FOTO)
    Complexos arquitetônicos maias nunca antes vistos são encontrados no México (FOTOS)
    Evo Morales deixa o México e viaja para Cuba
    Acidente de ônibus deixa 13 mortos e dezenas de feridos no México
    Campo de petróleo enorme é encontrado no México, segundo petrolífera estatal
    Tags:
    Drogas, México
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar