09:39 23 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    5272
    Nos siga no

    Os deputados do Movimento ao Socialismo (MAS) da Bolívia elegeram o ex-presidente Evo Morales neste sábado (7) como chefe da campanha para as eleições de 2020.

    "Aprecio a confiança em me nomear como chefe de campanha. Vamos eleger um candidato unitário e novamente vencer a eleição do primeiro turno", disse Morales.

    A votação foi realizada em uma reunião do MAS em Cochabamba, na região que é base dos sindicatos de plantadores de coca e grupo político original de Morales. 

    O MAS sempre teve como candidato presidencial Morales — que perdeu apenas uma eleição, em 2002. 

    Na última eleição que participou, Morales foi eleito pela quarta vez consecutiva, mas o resultado foi contestado por protestos populares e culminaram em um golpe liderado por comitês cívicos e as Forças Armadas.

    Entre os possíveis presidenciáveis do MAS para as novas eleições, previstas para o primeiro semestre de 2020, os nomes ventilados são: Luis Arce (ex-ministro da Economia), José Alberto Gonzales (ex-embaixador da Organização dos Estados Americanos), David Choquehuanca (ex-ministro das Relações Exteriores) e Andrónico Rodríguez (vice-presidente do sindicato dos cocaleiros).

    Mais:

    Presidente interina da Bolívia revoga decreto que isenta militares de responsabilidade penal
    Diplomacia russa diz que Moscou nunca pretendeu reconhecer governo interino da Bolívia
    Canal russo RT terá sua transmissão cortada na Bolívia
    Após 10 anos, Bolívia restabelece relações diplomáticas com Israel
    Interpol aciona alerta contra Evo Morales, confirmou procuradoria da Bolívia
    Bolívia e EUA buscam 'restabelecimento' de relações diplomáticas
    Tags:
    eleições, Evo Morales, Bolívia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar