17:29 24 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    3121
    Nos siga no

    O controlador-geral da Venezuela solicitou à Superintendência das Instituições do Setor Bancário do país o bloqueio das contas de deputados da oposição acusados de corrupção.

    O pedido de bloqueio de contas também foi solicitado a cidadãos designados pelo opositor Juan Guaidó como executivos de empresas estatais fora do país.

    "Chegamos a este caso para impedir qualquer tipo de negociação que o Sr. Guaidó e seu entorno de delinquentes faça através do sistema financeiro venezuelano e do banco venezuelano [...] estamos solicitando o bloqueio das contas desses senhores", disse o controlador-geral Elvis Amoroso.

    O controlador da União declarou que a Venezuela não aceitará que o "dinheiro dos venezuelanos esteja sendo tratado de maneira irregular para criar terrorismo e ansiedade" no país.

    "Aqui mencionamos o grupo de pessoas que enriqueceram com isso, assim como aqueles que estão na Colômbia e que têm mansões e uma vida ostensiva nos países do Grupo de Lima, fazemos isso para que o povo da Venezuela esteja atento, receba desta instituição as informações de pessoas que estão desabilitadas com as contas bloqueadas, para que se abstenham de fazer qualquer tipo de negociação", afirmou.

    Amoroso acrescentou que as sanções também serão aplicadas àqueles que realizaram algum tipo de transação com as pessoas que aparecem na lista.

    Mais:

    'Momento perdido': Guaidó atingido por escândalo de corrupção enfraquece oposição na Venezuela
    Petróleo em yuan: uso da moeda chinesa pode 'virar regra' na Venezuela
    Operação da PF tem como alvo esquema de contrabando de ouro de Roraima e Venezuela
    'Guerra-relâmpago' dos EUA fracassou na Venezuela, haverá mais tentativas? Analista explica
    Tags:
    oposição, Juan Guaidó, sanções, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar