17:53 09 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, durante reunião no Palácio de Miraflores, em Caracas, Venezuela

    Maduro diz que Colômbia e EUA preparam atos de provocação na fronteira venezuelana

    © Sputnik / Stringer
    Américas
    URL curta
    641
    Nos siga no

    O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, denunciou que a Colômbia e o Comando Sul dos Estados Unidos estariam preparando atos de provocação para um conflito armado na fronteiras entre a Venezuela e Colômbia.

    "Tenho informações de que o governo colombiano com o Comando do Sul, para tentar desviar a atenção da Colômbia da revolta popular, está pensando em atos provocativos novamente na fronteira com a Venezuela, e todas as Forças Armadas Nacionais da Bolivariana deve ser colocada em ação. Em situação de alerta, tenho informações de primeira ordem que um conjunto de provocações se destina a um conflito armado", afirmou Maduro.

    Maduro emitiu as declarações durante um ato com trabalhadores do setor ferroviário, de onde ordenou que as Forças Armadas se preparassem para a defesa.

    Em 14 de novembro, Maduro pediu às autoridades policiais que ficassem alertas ao suposto envio de grupos terroristas pelo governo colombiano para atacar a Venezuela.

    Em repetidas ocasiões, o governo venezuelano responsabilizou a Colômbia por preparar um ataque por meio de ações de bandeira falsa.

    Enquanto isso, o presidente colombiano Iván Duque acusou Maduro de proteger uma "gangue narco terrorista".

    Em 3 de setembro, Maduro ativou o alerta laranja na fronteira venezuelana com a Colômbia.

    Mais:

    O que está por trás dos protestos na Colômbia?
    Jornal grava chanceler da Colômbia e embaixador acertando estratégias para derrubar Maduro
    América Latina se levanta contra FMI e capitalismo selvagem, afirma Maduro
    Tags:
    fronteira, Iván Duque, Estados Unidos, Colômbia, Venezuela, Nicolás Maduro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar