10:10 12 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    7823
    Nos siga no

    De acordo com a mídia, o ex-presidente do Brasil, Michel Temer, afirmou que o presidente dos EUA, Donald Trump, consultou ele e outros dois presidentes sobre uma possível intervenção na Venezuela.

    Temer citou que o presidente norte-americano pediu ajuda para elaborar planos visando realizar uma intervenção militar na Venezuela, segundo o portal ALnavio.

    O ex-presidente brasileiro teria afirmado que a consulta ocorreu às vésperas da Assembleia Geral da ONU em Nova York.

    "Trump me convidou a mim, o presidente da Colômbia [Juan Manuel Santos] e do Panamá [Juan Carlos Varela] para um jantar. Ele nos perguntou como intervir na Venezuela. Santos e eu lhe dissemos que tomaríamos decisões diplomáticas. Que não íamos fazer nada de estilo militar", ressalta mídia.

    Temer também assegurou que a crise da Venezuela foi um dos principais problemas de seu governo a nível internacional, entretanto, não há nada pessoal contra Nicolás Maduro, e que se opôs apenas por razão institucional.

    Presidente dos EUA, Donald Trump, discursa durante reunião do Clube Econômico de Nova York, em 13 de novembro de 2019
    © AP Photo / Seth Wenig
    Presidente dos EUA, Donald Trump, discursa durante reunião do Clube Econômico de Nova York, em 13 de novembro de 2019

    Recentemente, a Venezuela sofreu uma crise humanitária e política, que se agravou em janeiro, quando, Juan Guaidó, líder da oposição apoiado pelos EUA, declarou-se presidente interino do país.

    Durante os primeiros meses da crise, o governo Trump alertou por diversas vezes que tomaria a decisão necessária para resolver a situação venezuelana, sugerindo inclusive, a intervenção militar.

    Mais:

    Venezuela acusa EUA de tentarem golpe na Bolívia
    Deputada venezuelana: 'golpe' na Bolívia é armação dos EUA e tem Venezuela na mira
    Ex-chefe de inteligência da Venezuela desaparece na Espanha após decisão de extradição para EUA
    Tags:
    crise, Venezuela, intervenção militar, plano, presidente, Michel Temer, Donald Trump
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar