18:23 15 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    750
    Nos siga no

    Os protestos que ocorreram na quinta-feira na Colômbia foram retomados nesta sexta-feira na capital do país, levando as autoridades a declarar toque de recolher em Bogotá pela primeira vez desde a década de 1970.

    Na noite desta sexta-feira algumas dezenas de manifestantes se deslocaram do centro de Bogotá para os territórios adjacentes ao redor da residência do presidente Iván Duque, ignorando o toque de recolher imposto anteriormente na cidade e bloqueando o tráfego rodoviário.

    Duque impôs nesta sexta-feira um toque de recolher em toda a cidade de Bogotá, depois que manifestações pacíficas de protesto, que começaram no início desta semana, se tornaram violentas.

    ​O presidente autorizou o uso de métodos emergenciais para garantir ordem e segurança durante os protestos, até proibir a posse de armas de fogo e o consumo e a venda de álcool.

    Os protestos foram inicialmente planejados para uma manifestação estudantil, mas a oposição política anunciou planos de realizar uma greve geral no mesmo dia. Temendo que a Colômbia possa seguir os cenários que levaram vários outros países latino-americanos a crises políticas graves, o governo em exercício tomou certas medidas preventivas.

    Mais:

    Colômbia fecha fronteiras devido a protestos contra o governo
    Jornal grava chanceler da Colômbia e embaixador acertando estratégias para derrubar Maduro
    Protestos na América do Sul: chegou a vez da Colômbia?
    Tags:
    toque de recolher, protestos, Ivan Duque, Colômbia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar