17:14 06 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    1149
    Nos siga no

    O ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama disse nesta sexta-feira (15) que os pré-candidatos democratas às eleições presidenciais não devem ser revolucionários demais, caso contrário podem assustar os americanos. 

    Segundo ele, posturas radicais afastariam muitos eleitores dispostos a votar num candidato democrata para chefiar a Casa Branca. Embora Obama não tenha falado especificamente de nenhum nome, tudo indica que o ex-presidente estava se referindo aos senadores Elizabeth Warren e Bernie Sanders. 

    Da ala mais à esquerda do Partido Democrata, os dois pedem reformas estruturais no sistema americano. Sanders chega a falar algumas vezes em "revolução". 

    'Americano médio não acha que temos que romper com sistema'

    "O americano médio não acha que nós temos que romper e refazer completamente o sistema. Eu acho importante para nós não perder isso de vista", disse Obama em uma convenção de doadores em Washington, segundo publicado pela agência AP. 

    Os grupos democratas centristas temem que um posicionamento muito à esquerda afaste republicanos moderados e independentes, que seriam essenciais para uma vitória contra o atual presidente, Donald Trump. 

    "Há muitos votantes persuadíveis e muitos democratas por aí que só querem ver as coisas fazerem sentido. Eles simplesmente não querem ver coisas loucas. Eles querem ver as coisas um pouco mais justas. E como nós lidamos com isso é algo que penso que vai ser importante", opinou o ex-presidente, que dificilmente dá opiniões públicas sobre as primárias democratas. 

    'Certos feeds de Twitter de esquerda'

    No evento desta sexta-feira, no entanto, Obama disse que as vozes mais estridentes da legenda, principalmente nas redes sociais, não representam necessariamente a maioria de seus integrantes. O encontro reuniu membros da Aliança Democrata, composta por americanos ricos que apoiam a sigla. 

    "Mesmo quando somos ousados em nossa visão, precisamos nos arraigar na realidade do fato de que votantes, incluindo democratas e certamente independentes persuadíveis ou até mesmo republicanos moderados, não são movidos pelos mesmos pontos de vista refletidos em certos, você sabe, feeds de Twitter de esquerda", ponderou. 

    O partido vive atualmente uma disputa entre as alas progressistas e quadros históricos, entre eles o ex-vice-presidente durante o governo Obama, Joe Biden, considerado um dos favoritos para vencer as primárias. 

    Mais:

    Trump diz que Obama considerou entrar em guerra com Coreia do Norte
    Ex-vice de Obama, Joe Biden 'deixa escapar' que será candidato à presidência dos EUA
    Mídia: Obama teria sutilmente convencido Joe Biden a não concorrer à presidência em 2016
    'Vandalismo diplomático': Trump teria abandonado acordo com Irã por 'inveja' de Obama
    Tags:
    Joe Biden, Bernie Sanders, republicanos, democratas, EUA, eleições, Casa Branca, Barack Obama
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar