18:30 07 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Bandeiras nacionais de Cuba e EUA

    EUA expandem sanções contra entidades de Cuba

    © AP Photo / Ramon Espinosa
    Américas
    URL curta
    636
    Nos siga no

    Os Estados Unidos acrescentaram cinco entidades pertencentes às forças armadas cubanas à sua lista de sanções que proíbem transações financeiras diretas.

    O anúncio foi feito pelo secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, nesta sexta-feira (15), enquanto Cuba comemora o aniversário de 500 anos de Havana.

    "Hoje, estou anunciando uma atualização da lista de restrições de Cuba para adicionar cinco entidades de propriedade de militares cubanos à lista de entidades com as quais as transações financeiras diretas são proibidas", diz o comunicado.

    O Departamento de Estado explicou que os Estados Unidos geralmente proíbem transações financeiras diretas com entidades e subentidades porque elas "beneficiariam desproporcionalmente os serviços ou pessoal militar, de inteligência e segurança cubanos às custas do povo ou empresas privadas cubanas em Cuba".

    No início de outubro, a administração de Donald Trump suspendeu os voos comerciais dos EUA para Cuba, exceto para Havana.

    Desde 2016, os Estados Unidos adotam uma política rígida em relação à Cuba, restringindo viagens, aumentando o embargo econômico e impondo sanções a Raul Castro, líder do Partido Comunista de Cuba.

    Mais:

    'OEA se consolida como instrumento de pressão política dos EUA', diz presidente de Cuba
    EUA estariam tentando influenciar votação na ONU contra Cuba
    'Aberração': comunidade internacional apoia Cuba para acabar com bloqueio dos EUA
    Tags:
    Forças Armadas, sanções, Cuba, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar