00:32 15 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    853
    Nos siga no

    O Comando Estratégico Operacional do Exército da Venezuela afirmou que um avião espião dos EUA entrou no espaço aéreo venezuelano, em violação dos tratados aeronáuticos internacionais.

    Caracas denuncia que Washington violou os tratados aeronáuticos internacionais, colocando em risco a segurança de outras aeronaves no espaço aéreo venezuelano.  

    Alerta! ​Os EUA violam novamente os tratados aeronáuticos internacionais ao entrarem com um avião espião, RC135 da USAF na FIR [região de informação de voo] controlada pela RBV [República Bolivariana da Venezuela], sem cumprir os protocolos e pondo em risco a segurança das aeronaves que se encontravam no espaço aéreo.

    Essa não é a primeira vez que a Venezuela denuncia a violação de seu espaço aéreo, já que aeronaves norte-americanas foram vistas sobrevoando a região em outras ocasiões.

    RC-135U - RAF Mildenhall
    RC-135U - RAF Mildenhall

    Além disso, as forças venezuelanas denunciaram recentemente o sobrevoo do Complexo Refinador de Paraguaná, no noroeste da Venezuela, por um drone

    Em julho, o país havia alertado sobre uma aeronave norte-americana que também violou seu espaço aéreo e ameaçado a segurança aeronáutica, bem como os tratados internacionais.

    O vice-presidente de Comunicações da Venezuela, Jorge Rodríguez, afirmou que os aviões espiões norte-americanos realizaram mais de 70 incursões no espaço aéreo venezuelano.

    Mais:

    Maduro: 'querem desestabilizar Bolívia com mesma fórmula aplicada contra Venezuela'
    Venezuela expulsa diplomatas salvadorenhos de acordo com 'princípio de reciprocidade'
    Em meio à crise na Bolívia, manifestantes invadem embaixada da Venezuela (VÍDEO)
    Tags:
    Venezuela, violação de espaço aéreo, espaço aéreo, avião militar, avião espião
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar