01:11 05 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    534
    Nos siga no

    O presidente dos EUA, Donald Trump, declarou não ver problemas em reunir-se com ditadores, desde que isso seja conveniente aos interesses dos EUA: “Eu me reúno com todos”.

    O presidente norte-americano aproveitou a reunião do Clube Econômico de Nova York para se gabar dos resultados de sua política econômica e dizer que é muito procurado por líderes mundiais:

    "Quando me encontro com os líderes dos países que nos visitam - reis, rainhas, primeiros-ministros, presidentes e ditadores - encontro-me com todos eles", disse Trump em um discurso no Clube Econômico de Nova York.

    "Todos querem vir cá", acrescentou. "Ditadores, ok, que venham. O que for bom para os Estados Unidos. Queremos ajudar o nosso povo", complementou.

    ​Segundo o jornal The Hill, o presidente detalhou os índices econômicos da economia norte-americana, que tem mostrado alguns resultados positivos, como o baixo índice de desemprego.

    Mais:

    Trump chama renúncia de Evo Morales na Bolívia de 'momento significativo para a democracia'
    Trump oferece a Erdogan acordo comercial de 100 bilhões de dólares, relata jornal
    Kim Jong-un sobe monte sagrado a cavalo 'em busca de inspiração' (FOTOS)
    Tags:
    economia, direitos humanos, ditadores, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar