15:54 19 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente Donald Trump encontra seu homólogo ucraniano, Vladimir Zelensky, no hotel InterContinental Barclay em Nova York, Estados Unidos

    Trump diz que convidaria presidente da Ucrânia para encontro na Casa Branca

    © AP Photo / Evan Vucci
    Américas
    URL curta
    112
    Nos siga no

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, diz estar disposto a convidar o presidente ucraniano Vladimir Zelensky para um encontro na Casa Branca.

    Falando a jornalistas antes de sua partida para Nova York neste sábado (2), Trump disse que "certamente" convidaria Zelensky se o presidente ucraniano quisesse ir aos EUA.

    Em setembro, os democratas da Câmara dos EUA lançaram um processo de impeachment sobre uma denúncia de que supostamente Trump pressionou Zelensky durante uma ligação telefônica em 25 de julho deste ano.

    O acusação de abuso de poder aponta que Trump queria que Zelensky investigasse possíveis atividades corruptas do ex-vice-presidente Joe Biden e seu filho Hunter. Biden é um dos principais candidatos democratas para as eleições presidenciais norte-americanos de 2020.

    O presidente Trump afirmou em diversas ocasiões que o processo de impedimento aberto contra si trata-se de um golpe e uma caça à bruxas. O inquérito, porém, segue avançando na Câmara dos EUA.

    No início desta semana, Trump disse em entrevista ao jornal Washington Examiner que queria ler em voz alta para os cidadãos dos EUA a transcrição de suas conversas telefônicas com Zelensky. A transcrição já foi divulgada, após a aprovação da Ucrânia.

    Mais:

    EUA: Trump denuncia inquérito de impeachment como 'golpe'
    Impeachment nos EUA: enviado para Ucrânia pede demissão após polêmica de Trump
    Impeachment de Trump: republicanos exigem testemunho público de delator
    Câmara dos Representantes aprova prosseguimento de impeachment de Trump
    Tags:
    Joe Biden, Estados Unidos, Donald Trump, Casa Branca, Volodymyr Zelensky
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar